Vale do Ivaí

Municípios da região confirmam mais 169 casos de dengue

São oito municípios com quadro de epidemia, quando o índice é superior a 300 casos para cada 100 mil habitantes

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Municípios da 16ª RS somam agora 4.336 casos de dengue
fonte: AEN
Municípios da 16ª RS somam agora 4.336 casos de dengue

O boletim epidemiológico semanal da dengue, divulgado nesta terça-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa-PR), registrou 169 novos casos da doença nos 17 municípios da 16ª Regional de Saúde (RS), com sede em Apucarana. A região soma agora 4.336 ocorrências.

continua após publicidade

A região tem oito municípios em quadro de epidemia, quando o índice é superior a 300 casos para cada 100 mil habitantes: Arapongas (2.727 casos); Borrazópolis (40 casos); Bom Sucesso (90 casos); Faxinal (129 casos); Grandes Rios (56 casos), Jandaia do Sul (187 casos), Marumbi (698 casos) e Sabáudia (67 casos).    

Também há casos confirmados na região em Apucarana (244), Califórnia (4), Cambira (13),  Kaloré (10), Marilândia (33), Mauá da Serra (5), Novo Itacolomi (3), Rio Bom (9) e São Pedro do Ivaí (21).

continua após publicidade

PARANÁ

No Estado, o boletim epidemiológico registra 5.528 novos casos da doença e seis mortes no Paraná. De acordo com o Informe de Arboviroses, que corresponde ao período sazonal da doença iniciado em 1º de agosto de 2021 e que segue até julho de 2022, o Estado soma 65 óbitos, com 110.120 casos confirmados, 149.058 em investigação e 229.084 notificações.

Os seis novos óbitos ocorreram entre os dias 2 de maio e 1º de junho de 2022. São cinco mulheres e um homem, com idades entre 48 e 87 anos. Três deles tinham comorbidades. Os pacientes que morreram residiam em Cascavel (2), Rolândia (1), Ibiporã (1), São Jorge do Ivaí (1) e Maringá (1). 

continua após publicidade

Dos 384 municípios com notificações, 353 tiveram casos confirmados e 314 registraram autoctonia, quando a dengue é contraída no município de residência.

O mosquito Aedes aegypti também é responsável, além da dengue, pela zika e chikungunya. Durante este período não houve registro de casos de zika e 22 casos de febre chikungunya foram confirmados, sendo seis autóctones e 16 importados.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News