Esportes

Milan leva virada do Spezia em jogo com 'final maluco' e não lidera na Itália

Da Redação ·

O Milan entrou em campo nesta segunda-feira com a obrigação de ganhar do Spezia, no San Siro, para ultrapassar temporariamente a Internazionale e assumir o topo do italiano. Mas acabou sofrendo nos acréscimos do segundo tempo com "erro" do árbitro, bola na trave e um contra-ataque mortal no último lance para lamentar uma dura derrota de virada, por 2 a 1, em Milão.

continua após publicidade

Depois de dominar totalmente a primeira etapa e ver Provedel fechar o gol, com alguns 'milagres', o Milan teve a chance de abrir o marcador após pênalti em um lance atrapalhado do goleiro com Rafael Leão. Theo Hernández, contudo, bateu para fora. Logo depois, enfim a justiça no marcador com gol por cobertura do atacante português.

A volta da segunda etapa, porém, não foi como a primeira etapa, muito pela queda de rendimento de Rafael Leão. Mesmo assim, o Milan teve boas chances para ampliar. Não fez e acabou castigado com o gol de empate anotado por Agudelo.

continua após publicidade

Com dois pontos atrás da Inter de Milão, o empate em casa era péssimo para o time rossonero, que voltou a apertar. Nada de gols até o fim do tempo regulamentar. Vieram, então, os acréscimos mais malucos de um jogo dos últimos anos na Itália.

Em um lance rápido, o brasileiro Júnior Messias fez um belo gol para colocar o Milan novamente em vantagem. Mas o árbitro se antecipou e apitou falta na origem do lance, impedindo a vantagem na jogada, para revolta geral. Logo depois, o time da casa carimbou a trave e ainda parou em um último milagre de Prrovedel.

Pior, acabou pego de surpreso e desprotegido no contragolpe e acabou lamentando o gol de Gyase, no último lance da partida. Com o revés, a Inter permanece na frente, com 50 pontos e um jogo a menos que o Milan, segundo com 48. O Napoli chegou aos 46 ao superar o Bologna, fora de casa, por 2 a 0, gols de Lozano.