Cotidiano

Policial penal morre após ser atacada por cobra jararaca

Luciene teve complicações renais e precisou ser transferida para um leito de UTI, para fazer hemodiálise

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Imagem ilustrativa da notícia Policial penal morre após ser atacada por cobra jararaca
fonte: Reprodução/Facebook

Um acidente com um animal peçonhento tirou a vida de uma policial penal, identificada como Luciene Pedroza Moreira Santos, de 44 anos. A mulher foi picada por uma cobra jararaca, no sítio onde ela morava com a família, em Campo Verde, Mato Grosso

continua após publicidade

De acordo com o Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen), na quarta-feira (20), Luciene estava recolhendo roupas no varal de casa, quando foi picada pela jararaca.

Luciene foi socorrida pelo marido, que também é policial penal, e encaminhada para um hospital do município. Conforme o sindicato, não havia soro antiofídico na unidade.

continua após publicidade

No entanto, ela foi encaminhada para o Hospital Regional de Rondonópolis. Ao chegar na unidade, os médicos disseram que Luciene teve complicações renais e precisaria ser transferida para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), para fazer hemodiálise.

O marido dela disse que a policial penal entrou no hospital consciente e falando.

No dia seguinte, o quadro de saúde de Luciene se agravou e foi identificado um coagulo na cabeça dela. A policial penal precisou fazer uma cirurgia para retirar o coágulo, porém, não resistiu e morreu na segunda-feira (25).

continua após publicidade

Luciene deixa dois filhos.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News