Apucarana

Cerejeiras: entenda o significado da flor que encanta Apucarana

Na cultura japonesa, a flor de cerejeira representa a natureza efêmera da vida

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Durante a época mais fria do ano, a natureza manifesta sua resistência encantadora com a florada da cerejeira. As flores da árvore embelezam a cidade de Apucarana e proporcionam à população espaços que cativam e deslumbram. A cidade é uma das 

continua após publicidade

As cerejeiras-ornamentais (sakura) chegaram na cidade pelas mãos dos primeiros imigrantes japoneses. A árvore, símbolo da terra do sol nascente, encontrou na cidade do Norte do Paraná um clima favorável e, com o passar do tempo, tornou-se também sinônimo de Apucarana.

Conforme a Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea), fundada e mantida pela colônia japonesa, a florada apucaranense teve início a partir do plantio de 100 mudas pela Matsumikai (Associação dos Idosos da Acea).

continua após publicidade

Significado 

Além de encantar a população, a flor de cerejeira significa a beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança. É uma flor de origem asiática, conhecida como “Sakura”, a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades de cerejeiras.

Uma lenda conta que a palavra "Sakura" surgiu com a princesa Konohana Sakuya Hime, que caiu do céu perto do Monte Fuji, tendo se transformado nessa bonita flor. Também existe uma crença que o cultivo de arroz poderá ter originado a palavra, tendo em conta que "Kura" era o depósito onde esse alimento (visto por muitos japoneses como uma oferta divina) era guardado.

continua após publicidade

Os samurais, os guerreiros japoneses, eram grandes apreciadores da flor de cerejeira. Desde aqueles tempos, passou a estar associada à efemeridade da existência humana e ao lema dos samurais: viver o presente sem medo. Assim, a flor de cerejeira está também associada ao código do samurai, o Bushido.

Arte japonesa

A cerejeira é uma flor muito desenhada no “Moku Hanga”, uma arte japonesa tradicional semelhante à xilogravura, em que a madeira serve de matriz para impressão de gravuras e estampas japonesas. A flor de cerejeira é muito usada na decoração, e flores de cerejeira artificiais são usadas para embelezar ambientes.

continua após publicidade

A flor de cerejeira também é muito popular na arte tradicional japonesa do origami, que através de dobras específicas em papel, cria objetos e animais. Uma flor de cerejeira em origami representa uma junção de dois aspectos fundamentais da cultura japonesa.

O fruto da cerejeira, a cereja, é considerado o maior símbolo de sensualidade, erotismo e sexualidade, principalmente pela cor vermelha intensa.

continua após publicidade

Existem vários tipos de cerejeiras, algumas com fruto comestível (cereja), outros com fruto não comestível e ainda outros que não apresentam frutos. No Japão, as cerejeiras mais populares são as decorativas, que não apresentam frutos ou têm frutos pequenos e não comestíveis.

História

A primeira referência escrita conhecida da flor de cerejeira é registrada no Kojiki, no ano 712, durante o governo da Imperatriz Gemmei. O Kojiki é uma compilação de relatos orais das origens do Japão, e procurou estabelecer uma identidade original que provasse que a cultura japonesa se desenvolvia de forma autônoma em relação a outras regiões.

Assim, o Kojiki descreveu o que veio a ser conhecido como o “espírito japonês” e por isso a flor de cerejeira é amplamente apreciada no Japão como símbolo de identidade nacional.

Com informações do site 'Significados'. 

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News